segunda-feira, outubro 5

A cegonha e o bando dela

Na recta final desta contagem decrescente para o nascimento da minha segunda filha, o que mais me importuna não são os caprichos da Maria e as manifestações de incapacidades que insiste em simular. Calço-lhe as meias, encho-lhe o copo de água a três quartos e recolho-lhe as sobras de gelado dos cantos da boca. O que mais me aborrece é estar sempre e pedir passagem, porque já não cabemos os dois nas assoalhadas

3 comentários:

K.A.B.G. disse...

Essa foto é fabulosa! muitas felicidades para a cegonha e o
bando dela! ;)

Cheese Maker disse...

Estás feito um homem...

e eu a pensar q o rancho de filhos iria ser da minha parte :))))

Tiago Franco disse...

Eh lá!! Não sabia desta :)
Muitos e muitos parabéns camarada!