quarta-feira, agosto 8

Uma no parvo, outra na candura

Dizes não ter nexo sexo em anexo. Com tento, explicas que é complemento. Atiças o rubor quando falas de amor com despudor, como se afinal, não fizesse nada mal, o tento carnal. Tanto te calha... a fronte ou o reverso da medalha. Método canalha, que me baralha. Insistes nesse ponto, em lascivo confronto. Refeito, e quando logo me apronto... pronto, voltas a chamar-me... "Tonto!"

Os homens tentam e as mulheres alimentam

3 comentários:

Anónimo disse...

hamlet, onde vais tu desencatar esse talento diário para a escrita?!TU e que es uma caixinha de surpresas!!!

beijinhos

julieta (sem o romeu)ahahahahah

tiago f. disse...

brilhante :)

Florença disse...

:)