segunda-feira, março 3

Carne picada

Katherine Von Drachenberg, ou Kat Von D, é uma artista que encarna, literalmente, os dotes invulgares do retratismo. Ícone - para mim - da reallity-soap Miami Ink, Kat justificava as minhas incursões por madrugada fora no People + Arts. De traço seguro, a giríssima artista - na minha opinião - imortalizava, com assustador pormenor, canídeos no lombo de tristes donos, que ainda choravam a perda do fiel amigo enquanto alfinetados. Ou uma Virgem Maria semi-desnudada nos bíceps de motards crentes em seitas alternativas. Ora a Kat zangou-se com o mal-humorado patrão do famoso salão tatuador, Ami James, um judeu de feitio irascível, e montou negócio próprio, também sob testemunho televisivo, baptizado, de forma original - digo eu - por LA Ink. Se ainda avançar para uma ideia antiga, contratarei os serviços desta mulher que se despe para nos mostrar a família

2 comentários:

Avelã disse...

epa não sabia

Florença disse...

Era sem dúvida a melhora artista do programa. E é bem gira ;)