quarta-feira, maio 28

Sick Mulher... e filha

A mãe gostava tanto da filha que não lhe podia ouvir birras. A mãe gostava tanto-tanto dela que ganhou pânico às lamúrias caprichosas. Comprou-lhe um carro desportivo, mas não tinha espaço, dizia a filha, que preferia um SUV. Comprou-lhe um cão por quase 1.000 dólares, mas tinha pulgas, queixou-se a filha. Vestiu-a com roupas de conceituados estilistas, que, veio depois a saber-se, tinham sido roubadas. A mãe era desempregada e a filha nunca deu conta, embriagada pela compulsão de ter-e-ponto-final. Mas o grande segredo estava reservado para o directo: a mãe prostituia-se para custear o apetite voraz de uma adolescente de 17 anos. A filha achou nojento! O Dr. Phil disse-lhe das boas, à grande magana. Aos finais da tarde, na SIC Mulher

1 comentário:

Florença disse...

Mas "péraláaí"... a filha achou nojento a mãe prostituir-se ou pelo facto de ter apanhado pulgas do cão de $1000?