segunda-feira, abril 6

Amores feitos!

Cá vai a prova que não sou um nharro insensível e abestalhado, que passa a vida na contemplação da silhueta feminina. Tal como havia anunciado faz agora quase um mês, e a pedido da directora da escola da minha filha (a senhora deve ter sido gira por alturas da revolução de Abril), executei dois amores-perfeitos sobre papel-cavalinho, com o traço dos crayons da Cice. Descontando as cãibras nos carpos, metacarpos e falanges e a suspeita de tendinite no pulso direito, julgo que o resultado final supera os índices do aceitável. Espero que a educadora Marina e a professora Rita ponham os olhos nisto e me felicitem pela conduta bem-intencionada que patenteei, em nome da comunidade e, sobretudo... delas as duas

2 comentários:

Anónimo disse...

Ok Ok,estão lindos!
Também não era de esperar outra coisa.
TL

Cheese Maker disse...

olha olha és o orgulho da familia!

:)