sexta-feira, maio 25

Florzinhas

A companhia gráfica subsidiada pelo Governo para elaborar o cunho português na presidência da União Europeia escolheu uma flor esborratada de um azul mesclado com um ténue cyan. Diz o Executivo que a Flor Azul, assim se chama o selo de referência, é simbolo da imagem de modernidade que Portugal granjeou no contexto europeu. Só me apraz dizer que, antes o sarro da micose de uma virilha transpirada que pétalas sedosas a desdenhar da nossa testosterona. Antes o pin da gloriosa águia Vitória que esta rabichice na lapela

1 comentário:

Florença disse...

Podes crer. Q rabichice. Podiam ao menos arranjar qq coisa que tivesse a ver com Portugal: um das caldas, por exemplo, ou o zé povinho a fazer o clássico manguito ;)