terça-feira, junho 19

Mershare mal

Uma andorrenha radicada no nosso país, na casa dos 30, abdicou do recato que a caracteriza e chegou-se à opinião pública para um veemente desmentido sobre infusões plásticas. Garantia um bando de enxovalhadores que a apresentadora teria corrigido a esguia fisionomia em forma de cajado com um lascivo par de implantes mamários. A malicia da versão agudizou-se com a expedita solução de recorrer aos dois enxertos de borracha para nutrir um rabo alegadamente descarnado. A andorrenha, cuja epiderme começa a assemelhar-se a um mural grafitado, importunou-se com as notícias que circulavam entre publicações-que-dão-uns-belos-laxantes e ofereceu-nos uma lapidar contradita, bradando, em desgovernada fúria, que "não há cu para tanta mentira". Desconfio que o acintoso trocadilho revolucionará as audiências do madrugador programa de sábado, Factor M, cujo share se fixa actualmente em discretas nano-percentagens

1 comentário:

Florença disse...

Com alguma celulite tb ;)