sexta-feira, fevereiro 22

Gritar deles, gritar com eles, gritar por eles

- O inverso da desproporcionalidade demencial: esquecer-me de tomar o comprimido para a memória e, ainda assim, lembrar-me de ver o Benfica
- O reverso da qualidade cromática: ver 11 monos a tropeçarem nos atacadores e, ainda assim, estar tudo (de) cor-de-rosa

2 comentários:

anarquista disse...

senti-me agoniada com tudo, mas ver aquele defesa direito a dar a bola ao adversário: aí senti que o meu clube tinha batido no fundo quanto à falta de classe. senti-me tão infeliz...

Luís Graça disse...

A Pantera era o cúmulo da fleuma (quando não perdia a cabeça por causa de um mosquito...) e o Benfica anda muito às aranhas.
Mas pode-se dizer que a Pantera é uma espécie de Eusébio do cinema de animação.
Fica-lhe muito melhor o rosa.