segunda-feira, dezembro 11

Oups... i did it again

Nunca gostei de igrejas. Fazem-me lembrar amplas salas mortuárias, com frescos e um pé direito de fazer inveja a muitos T2 pela IC-19. Mas no sábado, por directiva do Criador, fui testemunha do enlace religioso do par que há mais de três décadas perfilhou quem vos escreve. Correu tudo muito bem. Seguindo as instruções prévias do meu pai, só tive de carregar a noiva até ao altar e levantar-me as 38 vezes estipuladas pela cerimónia. Mais uma vez, resisti à curiosidade de degostar a hóstia. Segundo as regras, não sou digno do ázimo, porque não me confesso há 32 anos. Acho mal, pois julgo-me isento, dada a imaculada peregrinação da minha existência. Depois, só foi complicado explicar à Cice o que fazia ali o papá Jeçus de cueiros, espetado numa tábua e com rubor liquefeito pelo corpo todo. Expliquei-lhe que estava de castigo por mais uma vez não ter pedido para ir ao bacio. Vamos lá ver se é desta que a miuda deixa as fraldas...

3 comentários:

flower power disse...

giro, giro foi a Cice a cantar com o coro (nova herança genética??) e depois ir pedir a "esmola" com a prima - até que se chateou e deu meia volta - estaremos a criar uma beatinha?? ;0))

Woman disse...

Igrejas também não é comigo... Enlaces religiosos também não obrigado... Hóstia, não por favor... Por isso mesmo entendo perfeitamente, mas daí a querer tirar as faldas à Cice à conta do Jeçus já é de mais. Quer parecer que a pequena vai inchar até não poder mais.

Porta-te com juízo fogachito...

Susana disse...

acho que nunca li tanta heresia junta.

CONTINUA!!