domingo, junho 4

Portugal é fixe

Bomba nuclear. Gigantones do carnaval de Torres Vedras. Todas as metáforas que sugiram poder devastador ou grandiosidade são insuficientes para classificar a nossa selecção. Este sábado, em Metz, mostrámos que ganhamos a duas equipas do Brasil juntas. Há para aí uns teóricos que acham 3-0 poucoxinho, mas o Luxemburgo não é uma equipa qualquer. É uma equipa de operários. Há lá engenheiros, técnicos de contas e um ou dois canalizadores. Valeu a arte de um Simãozão para desarrolhar o muro de betão. Na selecção não há cores (até jogaram de negro) e o facto de ter sido um benfiquista a arrumar de vez com os mega-assalariados não interessa nada. Mas fica sempre ben

5 comentários:

Durão Barroso disse...

Mas quantas vezes vai ter o Mourinho de dizer que nao quer jogadores medíocres a atrapalhar a sua carreira em Inglaterra??? (E gostava era de ver o pseudo-pai da Mariana a marcar em jogos a doer)

fogacho disse...

e o Liedson a marcar etiquetas na botica de mamae. velhos tempos de caixa

Anónimo disse...

I'm impressed with your site, very nice graphics!
»

Anónimo disse...

Your are Excellent. And so is your site! Keep up the good work. Bookmarked.
»

Anónimo disse...

I find some information here.