sábado, setembro 23

Dói-dói

Fim de viagem. Preparo-me para desligar o rádio, que corria determinada música lamechas. De imediato, ordem imperativa do banco de trás: Nã 'pága!!! Eh lá... amantizou-se pelo sonzinho amaricado. Deixei-me ficar para lhe lhe satisfazer o capricho. Inclinou-se na cabeceira do lugar do morto e informou-me pesarosamente: Tichte, a Béia tá tichte. Quem? A Béia... tiiichte. Temi pela constatação que vinha já a seguir. Referia-se à floreada. Logo a seguir, escangalhou-se-me o coração. De olhinhos marejados, partilhava a dor de um amor impossível. Abraçada à cabeceira do banco da frente, de queixo em esgares trémulos e lágrima furtiva, sofreu pela indiferença de Frederico. Apeteceu-me bater em retirada e chorar... de vergonha

2 comentários:

Joana disse...

qd te começar a pedir p ir ao programa da Rita... uiiiiii uiiiiii ....

Portanto não te queixes mt :P que essa paz esteja contigo.....

Woman disse...

Vergonha? Ficou tiiichte?