terça-feira, agosto 29

Xixis

Os cristãos amontoam-se nas igrejas a comer bolachas e a beber copos de vinho. Os muçulmanos estatelam-se no chão, de rabo para o ar e de pés descalços nas mesquistas. As mulheres têm também um espaço de culto. As casas de banho são cubículos exíguos, de um punhado de metros quadrados. Mesmo assim, têm o dom de desencadear uma incomensorável metamorfose. Assim de memória, julgo que é o único local capaz de desencadear solidariedade entre a espécie feminina. A vida das mulheres traduz-se basicamente em competição. Cuidam pelo melhor vestido, da maquilhagem mais desbotada ou decote pronunciado. Ficam com o dia estragado se a próxima insufla umas sinuosidades mais pronunciadas. Vociferam entranhas adentro. São potenciais homicidas mas uns anjinhos quando a bexiga dilata. É vê-las em procissões cúmplices. Partilham o rimel, o baton e o tampo da sanita. A mijinha passa de dejecto a fluido altruísta. Porta fora, passam a cobiçar a cuequinha rendilhada de quem se aliviou em comunhão

7 comentários:

Woman disse...

Isto é outra tentativa vã, de vocês Homens saberem de facto, o que se passa num WC feminino? Hummm, nunca meu caro, te passará pela cabeça... ;)
Mas tens toda a razão, único local onde a solidariedade feminina impera...

fogacho disse...

o xixi é vosso... abstenho-me de me imiscuir no alívios alheios

Woman disse...

Bela maneira de tentar convencer que não tens curiosidade...

fogacho disse...

posso quase jurar que nunca entrei numa casa de banho de mulheres ;o))

Woman disse...

Quase... Hummm, se ninguém deu por ti, nem quero saber como foste vestido. :P

teresa disse...

Gostava de saber em quem tiveste de exercer torturas cruéis para obter tais informações.. ;)

fogacho disse...

woman: bolas pá... sempre a desdenhar

teresa: eu tenho as minhas fontes ;o))